Presidente do GPB acompanha visita do Ministro do Meio Ambiente em Bauru

Além da presença de Oswaldo Furlan Junior, visita de Ricardo Salles ainda contou com a presença de outros pecuaristas para mostrar apoio do setor às ações desenvolvidas pelo Governo Federal por meio do Ministério do Meio Ambiente

Para mostrar a força da pecuária, a Associação GPB - Grupo Pecuária Brasil, por meio do seu presidente Oswaldo Furlan Junior e demais membros, esteve presente durante a visita do ministro do Meio Ambiente, na última quinta-feira (20), em Bauru. Ricardo Salles esteve na cidade com o objetivo de restabelecer o andamento das obras da Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Vargem Limpa, bem como abordar a questão da destinação do lixo urbano do município.

Furlan explica que a presença dos pecuaristas ocorreu em apoio às ações desenvolvidas pelo Governo Federal, por meio do Mistério do Meio Ambiente. "A presença do ministro em Bauru é muito importante para a cidade e região, porque ele se sensibilizou com o que ocorre em Bauru há muitos anos, que é o problema do tratamento de esgoto, como ele mesmo disse, isso é prioritário para um país", afirmou na ocasião o presidente do GPB à equipe de reportagem do JCNET.

Furlan ainda disse em entrevista que a presença de pecuaristas na visita do ministro teve como objetivo também revelar a verdadeira imagem dos pecuaristas enquanto defensores do meio ambiente. "Somos massacrados por sermos apontados como prejudiciais ao meio ambiente. Mas entendemos que precisamos primeiro cuidar das grandes cidades, com o tratamento de esgoto e destinação correta de lixo, por ser algo que, de fato, agride o meio ambiente".

Ainda em entrevista ao JCNET, o presidente do GPB falou sobre a possibilidade de recuperação do Rio Bauru"Hoje estamos adequados, respeitando as Áreas de Proteção Ambiental (APPs) e, principalmente, as nascentes, onde a gente entende que é o início da preservação. Estamos adequados ao Código Ambiental, enquanto o Brasil usa apenas 7% da sua área para a produção de alimentos e estamos respeitando a parte que nos foi cabida de reserva, mesmo o Brasil sendo um dos maiores fornecedores de alimento do mundo. O ministro é muito preocupado com essa questão, percebemos isso, visto as decisões que ele toma".

Por fim, durante a visita de Ricardo Salles Furlan garantiu que o setor nunca foi tão bem representado como atualmente. Tanto que aproveitou a presença do ministro do Meio Ambiente em Bauru para trocar informaçoes pertinentes a fim de ajudar no desenvolvimento de toda a cadeia produtiva da carne brasileira. E, ainda, finalizou sua entrevista aos jornalistas no dia mandando um recado para quem ainda vê os pecuaristas como vilôes do meio ambiente: "Se não estivermos de acordo com a lei [no caso, ambiental], a gente não consegue comercializar nossos produtos".

Instagram: @gpb_oficial | Facebook: grupopecuariabrasil | Youtube: Canal GPB - Grupo Pecuária Brasil

Por Redação Agrovenki
Crédito da foto em destaque: Reprodução/JCNET/Malavolta Jr.

Leia outras notícias no Blog do GPB